Prefeito de Urai é acusado de agressão contra funcionário público dentro da prefeitura

agredido-urai (1)Nesta quarta feira,17, amigos e familiares do Sr. João Maurício Costa(foto) do município de Urai , postaram inúmeras informações em redes sociais, sobre uma suposta agressão que o funcionário público teria sofrido do prefeito da cidade, Sergio Henrique Pitão(PTC).

O próprio sindicato da categoria, (Sindservi) lançou nota de repúdio contra o prefeito, apoiando o funcionário que, segundo a instituição, tem 30 anos de carreira na prefeitura de Urai.

João da Ambulância, como é conhecido, concedeu entrevista a Radio 104 FM mostrando um pequeno hematoma perto do olho direito e relatou o seguinte; que há mais de 20 anos faz plantão como motorista da ambulância do município e que no último dia 16, foi avisado pelo secretário de saúde que, devido a ele ter “sacaneado” com o prefeito, suas diárias seriam cortadas.

Sem ter em mente qualquer lembrança de algo que tenha feito contra o líder do executivo, o motorista foi até o gabinete pedir explicação sobre a medida radical adotada pelo alcaide.

Sr. João disse que a secretária do prefeito, chegou a abrir a porta do gabinete e perguntar a Pitão, quando ele poderia atender o funcionário. João relata que o prefeito começou a xingá-lo ainda sentado na mesa. O motorista indignado disse que não sairia do local até ser atendido.

O funcionário público relatou que o prefeito de Urai, levantou-se de sua mesa e lhe empurrando, desferiu-lhe um soco no olho e um chute que atingiu sua costela. Atordoado ele ainda ouviu quando os secretários do prefeito pediam para que o mesmo parasse com as agressões.

João da ambulância, afirma que seus óculos chegaram a quebrar devido as agressões e ele caiu em cima da mesa da secretária do prefeito. A vítima reportou ainda que, já fez os devidos exames e que vai exigir justiça junto a Câmara de vereadores e as devidas providências no Fórum da Comarca.

Versão do prefeito de Urai
Quando soube da repercussão do episódio reportado no programa 104 Notícias/20h, na quarta feira,17, o prefeito Sergio Pitão, ligou imediatamente para este repórter e informou o seguinte; no dia 16, estava em sua sala tratando de uma importante reunião com seus assessores, quando o motorista reclamante invadiu o gabinete e, aos gritos exigiu ser atendido por ele.

O prefeito teria ficado indignado com a invasão de seu funcionário e solicitou que o mesmo se retirasse imediatamente. Com a negativa do motorista, o prefeito se levantou para abrir a porta insistindo para que ele saísse, foi quando recebeu um empurrão no peito e ao se defender das mãos do funcionário, acabou esbarrando contra seu rosto. Segundo Pitão, o que passou disto na versão do motorista, teria sido inventado. Sobre o repúdio do sindicato, o prefeito Pitão alega que se trata de motivação política partidária e estratégia de adversários politicos.

O prefeito explicou ainda que, o corte de horas extras foi uma medida necessária, devido a crise econômica que vivem todas as prefeituras do Brasil, e Urai não foge a regra.

De acordo com informações colhidas pela nossa reportagem, o gabinete do prefeito de Urai é monitorado por câmeras de segurança. Sendo assim, as imagens por elas captadas, poderão esclarecer quais das duas versões correspondem inteiramente com a verdade.

Em nome da transparência, tão difundida como solução para os principais problemas da política pública em todo o Brasil, solicitamos para que as imagens sejam liberadas para a devida publicação e, que o contribuinte de Urai possa saber o que realmente aconteceu no gabinete do prefeito.

fonte: Blog do Odair Matias

URL curta: http://uraionline.com.br/new/?p=14759

1 Comentário para “Prefeito de Urai é acusado de agressão contra funcionário público dentro da prefeitura”

  1. Um Filho da Verdadeira Luz

    Triste, infeliz e porque não dizer: pérfida e execrável atitude do Prefeito de Uraí.

    A violência é deplorável e deve ser evitada em todos os campos. Ainda mais quando essa é exteriorizada por parte de alguém que, exercendo o papel de Chefe do Poder Executivo Municipal, deveria dar o exemplo de portador do diálogo e do domínio das emoções funcionais e democráticas.

    É uma pena!
    É vergonhoso e ultrajante.

    Minha solidariedade ao agredido e, sem temer retaliações, convido-o a buscar a reparação do ato, nos parâmetros da justiça.

    Apresente, por intermédio de um bom Advogado, seus direitos na esfera judicial. Convide o agressor a encontrar argumentos que possam justificar e/ou se defender na zona de desconforto que é a Justiça.

    Manifesto o meu repúdio a esse cidadão que, na exata angústia de não ter domínio de suas emoções, se julga inatingível, ou autorizado a praticar essa interface desprezível que é a violência com nítida e clara intenção de se mostrar ou de se aparentar todo poderoso.

    Está configurada nessa agressão física, consistente e robusta exteriorização de violência psíquica e o assédio moral de inferioridade.

    Triste e lamentável.

Deixe um Comentário

Imagens

Desenvolvido por Media Point