Carros ‘veteranos’ da Chevrolet despencam nas vendas

celtaEm menos de dois anos, até 2013, a Chevrolet praticamente renovou toda sua linha de veículos no Brasil, visando aumentar a participação no mercado. Dos atuais 16 modelos vendidos atualmente, apenas quatro não são de projetos lançados a partir de 2011: Agile, Celta, Classic e Montana. E eles perdem cada vez mais espaço em suas categorias no ranking de vendas da Fenabrave, a federação dos concessionários. O Agile nem aparecia no site da marca na tarde da última terça (2).
“Cada modelo que foi desenvolvido há mais tempo tem um equivalente moderno, então estamos atendendo as demandas do mercado em praticamente todos os segmentos”, diz Marcos Munhoz, vice-presidente da General Motors no Brasil, dona da Chevrolet.
De fato, mesmo com a queda dos “velhinhos”, a marca assumiu a vice-liderança nas vendas, posto ocupado pela Volkswagen nos últimos anos.
A situação do Agile, lançado no final de 2009, é a mais crítica entre os veteranos da marca. O modelo passou por um discreto facelift no final do ano passado, mas não consegue acompanhar os rivais Volkswagen Fox e Renault Sandero nas vendas e vem despencando na categoria dos hatches pequenos.
No fechamento de 2013, era o oitavo mais vendido. Hoje, tem o décimo posto. Em agosto, emplacou apenas 143 unidades. Menos até do que o Mini Cooper, modelo que tradicionalmente é considerado de nicho, que emplacou 169 unidades no mês.
A baixa procura se reflete na participação no segmento, que caiu de já modestos 3,9% para 2,3%. O Fox, como comparação, detém 14,3%. No ranking geral, o Agile também oscilou negativamente: era o 30º mais vendido, e caiu para a 52ª colocação.
Celta
Enquanto o Onix tem brigado com Volkswagen Gol, Fiat Palio e Fiat Strada no topo das listas de mais vendidos nos últimos meses, o Celta ficou envelhecido diante de uma concorrência moderna, e passou a perder espaço até dentro de “casa”.
Em 2013, segundo a Fenabrave, ele já havia emplacado menos unidades do que o Onix, porém, como pertencem a categorias diferentes, conseguiu se segurar na quarta colocação entre os veículos de entrada, superado por Gol, Uno e Palio. As 74.647 unidades emplacadas representaram, no ano, 9,3% de participação.
Em 2014, a “vida” do Celta piorou. Além do Volkswagen Up!, que o deixou para trás no acumulado até agosto, o Toyota Etios passou a ser uma ameaça à quinta posição do Chevrolet na categoria. A diferença hoje entre eles é de 4.561 carros.
Se mantiver o ritmo de “descontar” quase 2 mil unidades por mês, o japonês irá superar o rival até dezembro. Em agosto, o Etios vendeu 3.234 unidades, contra 1.257 do Celta, que detém 5,4% de participação no segmento. No ranking dos carros mais vendidos, o hatch da Chevrolet caiu de 13º para 25º.
Classic
No caso do Classic, apesar das vendas em baixa, o modelo ainda tem boa participação no segmento, pois seu sucessor “moderno”, o Prisma, é muito mais caro.
Enquanto sua versão mais cara, Advantage, custa R$ 33.876, o Prisma mais em conta, LT, sai por R$ 41.900.
Em vendas, o Classic encerrou 2013 na frente do Prisma, com 86.936 unidades, contra 61.301, mesmo perdendo em novembro e dezembro. Neste ano, a situação se inverteu: até agosto, enquanto o Prisma emplacou 54.474 unidades, o Classic acumulava pouco mais da metade, 31.489 veículos.
O Classic foi o terceiro sedã pequeno mais vendido no ano passado. No acumulado deste ano, tem o quinto posto ameaçado pelo Renault Logan. Em 2013, o modelo teve 17,2% da participação no segmento. Até julho deste ano, ela baixou para 10,1%. E o Prisma detém 17,6%. No ranking geral de carros, o Classic também oscilou negativamente: era o 12ª mais vendido em 2013 e caiu para a 20ª colocação neste ano.
Montana
A picape é a única dos carros “veteranos” da linha da Chevrolet que não possui uma sucessora desenvolvida após 2011.
Em um segmento conhecido pela liderança mais do que consolidada da Strada, a Montana segue na terceira colocação, mas perdeu espaço entre as picapes pequenas.
Enquanto o modelo da Fiat e o Volkswagen Saveiro estão vendendo mais do que no ano passado, a Montana seguiu caminho contrário. As 1.754 unidades de agosto são inferiores aos números do final de 2013, com 3.902 e 3.733 de novembro e dezembro, respectivamente.
Em 2013, a Montana tinha 19% da participação no segmento, contra 50% da Strada e 29,4% da Saveiro. No acumulado até agosto deste ano, caiu para 12,9%, contra 28,3% do Volkswagen e 58,5% do Fiat. No ranking geral, era a 22ª mais vendida, e caiu para a 29ª colocação.

URL curta: http://uraionline.com.br/new/?p=11543

Deixe um Comentário

Imagens

Desenvolvido por Media Point